JACO 

 

05/04/qua

 

 

A minha galeria de fotografias

Cerca de seis horas (é assim que se mede a distancia em Timor-Leste), separam Díli do ilhéu de Jaco. A viagem proporciona-nos o contacto com gente afável e acolhedora e com a beleza natural própria da ilha do crocodilo.

Começa-se a "uma" (casa) pelo telhado.

O sol aperta... mas há um chapéu de sol da Super Bock à mão.

Os "caraus" (bufalos) refrescam-se na foz do rio

... também os putos que acenam à nossa passagem

Casa com sombra colorida

Os putos na expectativa de que os "malais" (estrangeiros) lhe comprem o peixe

Mulher fataluka (etnia da zona de Los Palos) junto ao cemitério tradicional

Túmulos ornados com os cornos dos caraus abatidos para a festa que se realiza quando do enterro

Fortificação na encruzilhada dos caminhos que dão acesso a Los Palos, Lautem e Com.

Posto de abastecimento, junto à fortificação

Casa tradicional da zona de Los Palos

O rio que abastece o lago de Tutuala e as suas férteis terras

O pastor de caraus vem observar e cumprimentar-nos

Nas pastagens de Tutuala, o merecido descanso

A decadente pousada de Tutuala do tempo colonial aguarda investidores que a viabilizem

O caminho entre Tutuala e Jaco, mais parece uma cratera dum vulcão

Os barcos que nos levam para Jaco e que também capturam o nosso almoço

Na travessia da praia de Valu para Jaco os golfinhos fazem de batedores

A sagrada floresta de Valu

Em Valu com Jaco à vista

O almoço foi capturado com um arpão artesanal

Os pescadores amanham-nos o peixe

O senhor Gonçalo (ex-guerrilheiro) é o nosso anfitrião.

Assa-nos o peixe e è o nosso interlocutor com os pescadores (que só falam o dialecto fataluko)

O "bibi" (cabrito) também é uma opção na nossa alimentação

A filha do cabreiro olha os malais intrigada

Hoje, canibalizamos a lindíssima bibi

O peixe que não compramos tem de ser fumado... mas também dois macaquinhos tiveram o mesmo destino.

O pescador mostra-nos as cabeças já fumadas

... também parte das tartarugas que vêm desovar à praia entram na cadeia alimentar... os ovos são especialmente apreciados

O alojamento é no areal da praia. O sol indica-nos que logo virá o céu estrelado seguido de um novo dia repleto de novas supresas.

 

Este site foi actualizado pela última vez em quinta-feira, 30 de Março de 2006